RSS

Estadão deturpa renúncia de Dom José Cardoso Sobrinho

01 jul

Para os mais desavisados: Dom José Cardoso Sobrinho, Arcebispo de Olinda e Recife completou 75 anos no ano passado, idade em que todo bispo deve apresentar sua renúncia ao papa. Este, após receber o pedido, decide, soberanamente, quando aceitá-lo.

Em conformidade com o Código de Direito Canônico, o mesmo que prevê a excomunhão daquelas que praticarem um aborto e de todos os que cooperarem com ele, Dom Sobrinho apresentou sua renúncia ao papa no ano passado. Agora, cerca de um ano depois, o Santo Padre aceitou a renúncia e nomeou como novo arcebispo de Olinda e Recife o Mons. Antônio Fernando Saburido, O.S.B.

A notícia é essa, simplesmente essa, sem nenhuma relação com outros fatos, inclusive com o caso do aborto da menina de Alagoinhas. Mas a o Estadão cometeu a desfaçatez e a falsidade de ligar uma coisa à outra. Já percebemos a deturpação na manchete: ” Papa destitui bispo de PE que puniu vítima de estupro“.

A falsificação já começa na manchete. O papa não destitui ninguém, apenas aceitou o pedido de renúncia feito pelo próprio Dom Sobrinho. Além do mais, o arcebispo brasileiro não puniu a menina que sofreu o estupro, mas sim os médicos que realizaram o aborto.

Segue a matéria:

O papa Bento XVI aceitou, um ano depois de apresentada, a renúncia do arcebispo brasileiro que, em março, protagonizou um escândalo internacional ao excomungar uma menina de nove anos que passou por um aborto depois de ter sido violentada sexualmente pelo padrasto. Hoje, o Vaticano anunciou que o monsenhor José Cardoso Sobrinho, arcebispo de Olinda e Recife, teve a renúncia aceita, mas não fez alusão ao escândalo.”

Claro que o Vaticano não fez alusão ao escândalo! Simplesmente não há qualquer ligação, a não ser na cabeça daqueles que querem criticar Dom Sobrinho a qualquer custo.

A renúncia do arcebispo foi apresentada há um ano, meses antes do incidente, porque o prelado atingira o limite de idade estipulado pela lei canônica para o exercício da função. O arcebispo de Olinda e Recife se envolveu em um escândalo internacional no dia 5 de março, quando anunciou publicamente que o médico que realizou o aborto, a mãe que o autorizou e a menina vítima de estupro estavam sumariamente excomungados“.

Finalmente uma informação verdadeira: Dom Sobrinho apresentou sua renúncia no ano passado antes, portanto, do assassinato dos dois bebês. Pena que a informação verdadeira se perde em meio a tantas mentiras, pois logo depois se passa a falsa informação de que a menina teria sido excomungada.

A Conferência Nacional dos Bispos do Brasil (CNBB), o L”Osservatore Romano, jornal oficial do Vaticano, e o presidente de La Pontifícia Academia da Vida, monsenhor Rino Fisichella, distanciaram-se da decisão do arcebispo. O presidente Luiz Inácio Lula da Silva censurou o prelado pela medida. No entanto, o arcebispo rechaçou as críticas e alegou ter aplicado a lei e a verdade da Igreja Católica.”

Falsa informação de que a CNBB teria se distanciado de Dom Sobrinho, pois a única diferença entre os dois é que aquela apenas aclarou que talvez a mãe da menina não tenha caído em excomunhão, pois poderia ter sido enganada pelos médicos que fizeram o aborto e pela ONG abortista que acompanhou o caso.

Já monsenhor Fisichella fez um infeliz pronunciamento baseado no pouco que sabia do caso e sua declaração felizmente não é a posição oficial da Igreja Católica. Quanto ao presidente Lula, como disse o arcebispo emérito do Rio de Janeiro, Dom Eusébio Scheid, ele não é católico, mas caótico.

Sim, Dom Sobrinho apenas lembrou a lei da Igreja e a gravidade que é um aborto.

Anúncios
 
 

2 Respostas para “Estadão deturpa renúncia de Dom José Cardoso Sobrinho

Deixe um comentário

Preencha os seus dados abaixo ou clique em um ícone para log in:

Logotipo do WordPress.com

Você está comentando utilizando sua conta WordPress.com. Sair / Alterar )

Imagem do Twitter

Você está comentando utilizando sua conta Twitter. Sair / Alterar )

Foto do Facebook

Você está comentando utilizando sua conta Facebook. Sair / Alterar )

Foto do Google+

Você está comentando utilizando sua conta Google+. Sair / Alterar )

Conectando a %s

 
%d blogueiros gostam disto: