RSS

Bento XVI e a Juventude Hitlerista

13 maio

Algumas autoridades israelenses acusam o papa de não ter pedido desculpas por ter participado da Juventude Hitlerista. Mas o papa não precisava, pois ele foi obrigado a isso:

No livro “O Sal da Terra”, já indicado neste blog, o papa fala sobre o assunto:

O senhor pertenceu à Juventude Hitlerista?
De início não pertencíamos. Contudo, com a introdução, em 1941, da Juventude Hitlerista obrigatória, meu irmão tornou-se membro, de acordo com essa norma. Eu ainda era muito novo, mas mais tarde fui inscrito na Juventude Hitlerista quando estava no seminário. Assim que saí do seminário, nunca mais fui lá. E isso era difícil porque a redução da mensalidade, de que eu realmente precisava, estava ligada à comprovação de frequência à Juventude Hitlerista. Mas, graças a Deus, tive um professor de Matemática muito compreensivo. Ele próprio era nazista, mas um homem consciencioso, que me disse: “Vai lá uma vez para resolvermos isso…” Quando viu que eu realmente não queria ir, disse: “Entendo, eu dou um jeito nisso” e assim pude ficar de fora
“.

Anúncios
 
Deixe um comentário

Publicado por em 13 de maio de 2009 em Bento XVI, Papa

 

Deixe um comentário

Preencha os seus dados abaixo ou clique em um ícone para log in:

Logotipo do WordPress.com

Você está comentando utilizando sua conta WordPress.com. Sair / Alterar )

Imagem do Twitter

Você está comentando utilizando sua conta Twitter. Sair / Alterar )

Foto do Facebook

Você está comentando utilizando sua conta Facebook. Sair / Alterar )

Foto do Google+

Você está comentando utilizando sua conta Google+. Sair / Alterar )

Conectando a %s

 
%d blogueiros gostam disto: