RSS

1ª Reflexão Paulina – A Conversão de São Paulo

31 mar

O texto abaixo foi escrito por mim e é o primeiro de uma série de seis, utilizados para realizar espiritualizações num encontro de jovens da minha paróquia ocorrido em novembro de 2008. O padroeiro do encontro foi São Paulo, por estarmos vivendo o ano paulino. Os outros cinco textos serão publicados futuramente.

Desde 28 de junho deste ano até 29 de junho de 2009 a Igreja está vivendo o ano paulino, homenagem promulgada pelo papa Bento XVI para comemorar os dois mil anos do nascimento de São Paulo. É uma oportunidade para meditarmos sobre a vida deste grande santo, que foi chamado de “o 13º Apóstolo”, exemplo de total entrega a Cristo e à sua Igreja. Porém, mais que venerá-lo, devemos nos esforçar para compreender o que ele pode ensinar aos cristãos de hoje.

A Conversão de São Paulo

Enquanto isso, Saulo só respirava ameaças e morte contra os discípulos do Senhor. Apresentou-se ao príncipe dos sacerdotes, e pediu-lhe cartas para as sinagogas de Damasco, com o fim de levar presos a Jerusalém todos os homens e mulheres que achasse seguindo essa doutrina. Durante a viagem, estando já perto de Damasco, subitamente o cercou uma luz resplandecente vinda do céu. Caindo por terra, ouviu uma voz que lhe dizia: “Saul, Saul, por que me persegues?” Saulo disse: “Quem és, Senhor?” Respondeu ele: “Eu sou Jesus, a quem tu persegues”. Então, trêmulo e atônito, disse ele: “Senhor, que queres que eu faça?” Respondeu-lhe o Senhor: “Levanta-te, entra na cidade. Aí te será dito o que deves fazer”. Os homens que o acompanhavam enchiam-se de espanto, pois ouviam perfeitamente a voz, mas não viam ninguém. Saulo levantou-se do chão. Abrindo, porém, os olhos, não via nada. Tomaram-no pela mão e o introduziram em Damasco, onde esteve três dias sem ver, sem comer nem beber. Havia em Damasco um discípulo chamado Ananias. O Senhor, numa visão, lhe disse: “Ananias!” “Eis-me aqui, Senhor”, respondeu ele. O Senhor lhe ordenou: “Levanta-te e vai à rua Direita, e pergunta em casa de Judas por um homem de Tarso, chamado Saulo; ele está orando”. (Este via numa visão um homem, chamado Ananias, entrar e impor-lhe as mãos para recobrar a vista.) Ananias respondeu: “Senhor, muitos já me falaram deste homem, quantos males fez aos teus fiéis em Jerusalém. E aqui ele tem poder dos príncipes dos sacerdotes para prender a todos aqueles que invocam o teu nome”. Mas o Senhor lhe disse: “Vai, porque este homem é para mim um instrumento escolhido, que levará o meu nome diante das nações, dos reis e dos filhos de Israel. Eu lhe mostrarei tudo o que terá de padecer pelo meu nome”. Ananias foi. Entrou na casa e, impondo-lhe as mãos, disse: “Saulo, meu irmão, o Senhor, esse Jesus que te apareceu no caminho, enviou-me para que recobres a vista e fiques cheio do Espírito Santo”. No mesmo instante caíram dos olhos de Saulo umas como escamas, e recuperou a vista. Levantou-se e foi batizado. Depois tomou alimento e sentiu-se fortalecido. Demorou-se por alguns dias com os discípulos que se achavam em Damasco. Imediatamente começou a proclamar pelas sinagogas que Jesus é o Filho de Deus. Todos os seus ouvintes pasmavam e diziam: “Este não é aquele que perseguia em Jerusalém os que invocam o nome de Jesus? Não veio cá só para levá-los presos aos sumos sacerdotes?” (At. 9, 1-21)

A experiência no caminho para Damasco mudou a vida de São Paulo para sempre. Desde então ele passou a considerar lixo e perda tudo aquilo que tinha como seu ideal máximo (Fl, 3, 7-10). Sua cegueira física, causada pelo encontro com Cristo ressuscitado, é sinal de sua cegueira espiritual e as duas foram curadas por sua conversão ao cristianismo.

A brusca mudança de vida de São Paulo, que de perseguidor da Igreja passou a evangelizador, não foi causada por um amadurecimento psicológico, evolução intelectual, simples adesão a uma doutrina ou crescimento moral. Não foi, em suma, fruto de seu pensamento, mas do encontro irresistível com o próprio Jesus Cristo ressuscitado. É como nos ensina o papa Bento XVI: “Ao início do ser cristão, não há uma decisão ética ou uma grande idéia, mas o encontro com um acontecimento, com uma Pessoa que dá à vida um novo horizonte e, desta forma, o rumo decisivo” (Deus Caritas Est §1).

Desde então São Paulo colocou Jesus no centro de sua vida, transformando-se, abrindo o seu coração, a tal ponto que pôde dizer: “já não sou eu que vivo, mas é Cristo que vive em mim” (Gl. 2,20). Ele não perdeu o que existia de bom e verdadeiro em si, mas, iluminados pela luz de Cristo, fonte e origem da bondade e da verdade, seus valores foram recuperados e purificados de todas as impurezas e erros, pois “aquele que segue Cristo, o homem perfeito, torna-se mais homem” (Gaudim et Spes, § 41).

Reflexão

Jesus não se mostra a nós da maneira como se mostrou a São Paulo, mas também nós podemos encontrá-Lo na leitura da Bíblia, na oração e principalmente na Eucaristia. Você já teve um encontro pessoal com Jesus Cristo que transformou sua vida?

Sugestão

Faça uma oração sincera e humilde pedindo a Deus uma experiência de conversão, um encontro pessoal com Jesus Cristo.

Oração

Ó Deus, que instruístes o mundo inteiro pela pregação do apóstolo São Paulo, dai-nos, ao meditar sobre sua conversão, caminhar para vós, seguindo seu exemplo, e ser no mundo testemunhas do Evangelho. Por Nosso Senhor Jesus Cristo, vosso Filho, na unidade do Espírito Santo. Amém.

Anúncios
 
2 Comentários

Publicado por em 31 de março de 2009 em Bento XVI, Espiritualidade, São Paulo

 

2 Respostas para “1ª Reflexão Paulina – A Conversão de São Paulo

  1. Namorada

    1 de abril de 2009 at 11:56

    Muito bom, meu amor! Seu trabalho está cada vez mais consistente! E tem meu apoio aqui, mesmo que com poucos comentários, pois a leitura tem sido frequente! E agora sem trema, haha!
    Beijos muitos!

     
  2. Marcelo Moura Coelho

    1 de abril de 2009 at 17:11

    Obrigado, meu anjo.

     

Deixe um comentário

Preencha os seus dados abaixo ou clique em um ícone para log in:

Logotipo do WordPress.com

Você está comentando utilizando sua conta WordPress.com. Sair / Alterar )

Imagem do Twitter

Você está comentando utilizando sua conta Twitter. Sair / Alterar )

Foto do Facebook

Você está comentando utilizando sua conta Facebook. Sair / Alterar )

Foto do Google+

Você está comentando utilizando sua conta Google+. Sair / Alterar )

Conectando a %s

 
%d blogueiros gostam disto: